Dieta mediterrânea: boa para saúde e para a perda de peso



Muito tem se falado na dieta mediterrânea. Ela é conhecida por proteger o coração e o cérebro, mas também é ótima para prevenir certos tipos de câncer e a diabetes. Além disso, se quiser emagrecer, seguir a dieta mediterrânea pode ser uma boa escolha, desde que tenha alguns cuidados na montagem de seu cardápio semanal.

Cardápio da dieta mediterrânea

Essa dieta é muito comum na Europa. Recentemente, nutricionistas brasileiros adaptaram ela para a realidade do país. Salmão, azeite de oliva e noz, por exemplo, foram trocados por alimentos nutricionalmente semelhantes, mas mais baratos. Entre eles sardinha, milho e tapioca. Os especialistas brasileiros dividiram o cardápio dessa dieta em três grupos. Veja abaixo.

Verde

Esse menu é rico em vitaminas, minerais e fibras. Aposte, portanto, nas verduras, nos legumes, em frutas, leite e laticínios desnatados. O menu verde deve ser consumido com frequência.

Amarelo

Aqui já se fala de feijão, arroz, macarrão, pão e cereais. Outros alimentos com pouco sódio, açúcar, gordura saturada e colesterol também são bem-vindos. Esse menu deve ser consumido em porções moderadas.

Azul

O terceiro e último menu contém carnes magras, frango, peixe, soja, azeite e castanhas. Em relação ao menu amarelo, este grupo permite itens com mais sódio, açúcar, gordura saturada e colesterol. Consumir de modo restritivo.

Alimentos industrializados e com gordura trans, com alto teor de sódio e com muito açúcar devem ficar de fora dessa dieta. Nisso inclui-se sorvete, salgadinhos, biscoitos recheados, congelados, embutidos, balas e doces.


Como fazer dieta mediterrânea

A dieta mediterrânea funciona como uma pirâmide alimentar. Isso significa que a partir dos menus mostrados acima é que você construirá seu cardápio definitivo. Lembre-se que o menu verde deve ser consumido todos os dias. O amarelo pode ser consumido diariamente também, mas em poucas porções. E se comer arroz, não coma macarrão e tente pegar leve com o pão.

Por outro lado, tente incluir apenas uma ou duas vezes por semana o menu azul. O importante é montar um cardápio equilibrado e que deixe de fora os alimentos proibidos.

Dieta mediterrânea emagrece?

Um dos objetivos da dieta mediterrânea é a perda de peso. Mas isso vai depender de como você constrói sua pirâmide alimentar semanal. Além disso, é sempre recomendado realizar atividades físicas se quiser emagrecer. Lembre-se que é preciso gastar mais calorias do que se consome por dia.

Isso não significa ingerir apenas 800 calorias. Um adulto comum precisa de 2000 calorias por dia para preencher suas necessidades de energia. Consuma o que for necessário para o organismo, com alimentos saudáveis, e realize exercícios físicos. Essa combinação garantirá o emagrecimento.

Dica: Seja consciente na alimentação

Apesar de a dieta mediterrânea ser eficaz para emagrecer, ela tem grandes quantidades de gordura e carboidratos. Por isso seja consciente na hora de montar seu cardápio. Não misture dois alimentos do mesmo grupo alimentar quando for carboidrato, por exemplo, e ingira apenas gorduras saudáveis.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.



Loading...

Comentar

17 − eight =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.