Cabelos brancos muito jovem pode ser indicativo de problemas no coração



Saiba quando além do incomodo estético os indesejados fios podem ser algo mais sérios

Sabe quando você tem aquela surpresa de olhar no espelho e se deparar com os temidos cabelos brancos, que muitas vezes desencadeiam uma crise por conta da idade chegando? Pois é, faz parte da vida.

Mas um estudo alerta que devemos ter atenção com a fase grisalha chegando cedo demais, porque pode indicar uma propensão a doenças cardíacas.

Uma pesquisa feita na Universidade do Cairo revelou que processo fisiológico que faz os cabelos ficarem brancos é igual ao que desencadeia o armazenamento de colesterol e gordura nas artérias e afeta o fornecimento sanguíneo e de oxigênio no organismo.


É um problema diretamente ligado as células: complicação do reparo do DNA, inflamações, modificações hormonais, acúmulo de radicais livres e envelhecimento de células sadias.

Foram testados 545 voluntários do sexo masculino.

Eles foram divididos pelo número de fios brancos que possuíam na cabeça e o entupimento de suas artérias.

Para determinar isso, todos foram submetidos a uma tomografia computadorizada.

Foi feita uma classificação de 1 a 5, onde 1 é o cabelo todo preto e o 5 todo branco.

Os mais propensos a doenças circulatórias estavam no grau 3, exatamente o meio do caminho.

Esse grupo também se encaixava nos quesitos artérias mais bloqueadas, acúmulo maior de gordura e pressão alta.

O estudo que foi apresentado na Eurovent 2017, convenção realizada pela Associação Europeia de Cardiologia Preventiva, na Espanha, ainda precisa de pesquisas complementares, envolvendo homens e mulheres, com a parceria de dermatologistas para ser ter uma afirmação definitiva sobre esse assunto.



Loading...

Comentar

10 + 6 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.